CERTA PRAIA

Ao longe, uma voz
se inscreve,
escrita, em mim.

Falta centro: irado
segredo
que no calor se vai.

A fala finge, ao sol,
pecados
que a vista rói.

Certo silêncio ferve,
me irrita:
só sins, sem nós.

Ao longe, uma voz
se perde,
labirinto, em mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s